donate-home.png

Loja Virtual

lojavirtual-home.png

Conheça a Loja Virtual da SVB! Livros, roupas, DVDs e muito mais!

Acesse

Segunda sem Carne

ssc-home.png

Para quem não é vegetariano e quer dar o 1º passo. Empresas e prefeituras estão aderindo.

Experimente

Selo Vegano

selo-vegano-home.png

Um programa de certificação que fomenta e valoriza o mercado de produtos veganos.

Conheça 

Junte-se a nós

carteirinha-home.png

Sem você, a SVB não existe. Junte-se a nós para que possamos fazer cada vez mais.

Filie-se  

Opção Vegana

opcaovegana-home.png

Seu negócio está preparado para atender uma demanda em constante crescimento?

Saiba mais  

Após mais de um mês de campanha e tendo recolhido mais de 50 mil assinaturas, SVB agora conta com o apoio de celebridades como Thaila AyalaEllen Jabour, Fiorella MattheisDani Moreno e Caco Ricci, e entregará petição que exige o fim da matança dos jumentos ao Procurador-Geral de Justiça do Rio Grande do Norte no dia 16 de maio. Paralelamente, SVB acionou Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) a fim de aumentar a pressão sobre o MP/RN no sentido de suspender imediatamente a errada decisão de abater os animais abandonados.

Visando retirar os jumentos da beira das estradas, um promotor do MP/RN propôs em março o abate dos equídeos, chegando a propor a utilização da carne para alimentar presidiários e a promover almoços de degustação com a carne destes animais. Circula na internet um vídeo de abate de um jumento a marretadas em meio a gargalhadas de crianças, que fontes locais afirmam que foi um dos jumentos utilizados na primeira degustação organizada pelo promotor. Veja mais sobre o caso.

Uma comitiva da SVB será recebida pelo Procurador-Geral de Justiça no dia 16 de maio, na sede do MP/RN, em Natal. Na ocasião, serão entregues as mais de 40 mil assinaturas, reivindicando a suspensão imediata da iniciativa.

Leia mais...

A Mostra Internacional de Cinema Pelos Animais traz reflexão sobre as controversas relações entre os seres humanos e outros animais. Caminhando para a sua 5ª edição nacional (que será em Curitiba em novembro), Mostra tem edição itinerante no final de maio em Salvador/BA.

A Mostra Internacional de Cinema Pelos Animais é um evento originário de Curitiba, onde é sucesso absoluto de público. Desenvolvida por membros do grupo Curitiba da Sociedade Vegetariana Brasileira, o projeto começou a tomar forma em 2009, quando fez sua estreia na cinemateca da capital paranaense. De lá para cá e após várias atualizações em seu formato, diversos filmes passaram pela Mostra – de curtas independentes a longas-metragens estrangeiros. Uma curadoria cuidadosa tratou de reunir obras que pudessem enriquecer o debate acerca da relação dos seres-humanos com as outras espécies, bem como estimular a realização de novas produções. Algumas delas tiveram suas estreias nacionais exatamente durante o evento!
Leia mais...

Campanha da SVB já passou pelo Metrô de São Paulo, pela Rodovia Imigrantes e agora está em Curitiba ⎯ e precisa da sua ajuda para levar esta pergunta a todo o Brasil

Em setembro de 2013, a SVB inaugurou a sua campanha "Se você ama um, por que come o outro?" em parceria com o portal Vista-se no Metrô Consolação na capital paulista, atingindo 276 mil pessoas por dia ⎯ um público nunca antes atingido no Brasil por uma campanha promovendo diretamente a alimentação vegetariana.
 
A campanha teve repercussão em todo o país e foi reproduzida em um grande outdoor na Rodovia Imigrantes, permanecendo lá até fevereiro de 2014.
 
Agora a campanha está em Curitiba e precisa da contribuição de todas as pessoas que acreditam nesta mensagem.
 
A SVB criou um evento no Facebook para concentrar os canais de contribuição para que possamos levar a campanha para mais outdoors e paineis nas cidades brasileiras. Se você acredita nesta campanha, contribua.
Leia mais...

VEGETARIANOS SÃO "MENOS SAUDÁVEIS E MAIS DEPRESSIVOS"?

Matéria recente publicada no jornal "O Globo" afirma que sim, dizendo que os vegetarianos são mais propensos a desenvolver câncer, alergias e problemas como depressão e ansiedade ⎯ contrariando inúmeras evidências científicas dos últimos anos. A afirmação foi baseada em um estudo publicado por pesquisadores da Universidade de Graz, Áustria.  

A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) tirou a limpo os vários equívocos evidentes neste estudo. Segundo o Dr. Eric Slywitch, médico nutrólogo e Diretor do Departamento de Medicina e Nutrição da SVB, "o estudo é muito superficial e repleto de falhas que vão desde a coleta de dados até a interpretação dos resultados".   A SVB também enviou o seu parecer ao editor de Sociedade do jornal O Globo, William Helal Filho. "Ainda que o jornal se declare imparcial, divulgar um estudo falacioso como esse é uma irresponsabilidade e um grande serviço à desinformação e contra a causa vegetariana", explicou Marly Winckler, presidente da SVB.

Leia mais...

Em março de 2014, o Promotor de Justiça do MP/RN Silvio Brito promoveu uma degustação da carne de dois jumentos abandonados na beira das estradas do estado, com a intenção de estimular este hábito bárbaro e cruel e assim exterminar milhares de jumentos errantes. Determinada a impedir este absurdo, a SVB lançou uma petição pela plataforma change.org exigindo do Ministério Público do estado a suspensão imediata da iniciativa. Assine a petição aqui.

Visando retirar os jumentos da beira das estradas, o promotor alega que o hábito de consumo da carne destes animais deve ser estimulado. O representante do Ministério Público, responsável pela comarca de Apodi/RN, chegou a sugerir que a carne fosse utilizada para alimentar presidiários.

"O Ministério Público deve proteger os animais e está fazendo justamente o contrário. Estes animais não têm culpa de ter sido abandonados à própria sorte. É inadmissível que, em vez de promover a adoção e guarda responsável, o MP promova o extermínio. Temos que impedir esse absurdo", disse Marly Winckler, presidente da SVB.

Leia mais...
 

O Guia Alimentar do Ministério da Saúde está disponível para consulta pública e não traz a possibilidade de o indivíduo adotar uma dieta vegetariana, apesar de quase 10% da população brasileira já se declarar vegetariana.

A publicação serve como referência para políticas públicas estaduais, municipais e de instituições privadas na área de saúde e alimentação em todo o Brasil. Na edição anterior (2008), havia uma página dedicada ao vegetarianismo, mas que não passava informações adequadas para que o indivíduo pudesse adotar essa dieta. A edição atual (2014) sequer menciona o vegetarianismo.

Devido à exclusão do tema na edição de 2014, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) elaborou um parecer oficial que foi enviado aos responsáveis pela elaboração do Guia. O documento pode ser acessado na íntegra aqui e descreve as considerações da SVB sobre alterações que precisam ser feitas no Guia nos aspectos nutricional, ambiental, ético e econômico.

A SVB também submeteu suas contribuições na plataforma de consulta pública oficial (no site do Ministério da Saúde), na esperança de que o Guia seja significativamente melhorado de modo a contemplar a alimentação vegetariana e o crescente número de brasileiros que faz esta escolha.

Leia mais...

Receba as novidades!

Receitas

Midia

Youtube SVB

Scroll to top