donate-home.png

Loja Virtual

lojavirtual-home.png

Conheça a Loja Virtual da SVB! Livros, roupas, DVDs e muito mais!

Acesse

Segunda sem Carne

ssc-home.png

Para quem não é vegetariano e quer dar o 1º passo. Empresas e prefeituras estão aderindo.

Experimente

Selo Vegano

selo-vegano-home.png

Um programa de certificação que fomenta e valoriza o mercado de produtos veganos.

Conheça 

Junte-se a nós

carteirinha-home.png

Sem você, a SVB não existe. Junte-se a nós para que possamos fazer cada vez mais.

Filie-se  

Opção Vegana

opcaovegana-home.png

Seu negócio está preparado para atender uma demanda em constante crescimento?

Saiba mais  

ssc paulQuestionário mostrou que, após um período de cinco anos, 30% dos participantes deixaram de consumir carne e derivados. 

Imagine uma pessoa que, toda segunda-feira, resolve tirar a carne das suas refeições visando contribuir na redução dos impactos que o consumo de proteína animal tem para a própria saúde, os animais e o meio ambiente. Após cinco anos montando pratos recheados de legumes, verduras, leguminosas e cereais por pelo menos um dia da semana, ela conclui que é possível manter essa alimentação diariamente e decide se tornar vegetariana ou vegana.

Leia mais...

SVB IBOPE infografico materia SVB EN

According to IPEC research, old Ibope Inteligência in Brazil), more than 30% of Brazilian people already choose vegan options in restaurants and other establishments; almost half of those interviewed do not consume meat for one or more days a week by their own choice.

 

The change in the consumption profile of the Brazilian population is changing the market known as “food service”, related to food business outside the home such as bars, restaurants, cafeterias, and others. The study, commissioned by Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), was realized by IPEC, old Ibope Inteligência, in February of 2021, with Brazilians residing in all regions of the country. The results show that one-third of Brazilians already choose vegan options on the menus of restaurants and cafeterias. Moreover, 46% of Brazilians already stopped eating meat, by their own choice, at least once a week. Access research full data here.

 

Leia mais...

prato-veg-ipec-2021

Um terço das pessoas já escolhe opções veganas em restaurantes e outros estabelecimentos - e quase metade opta por não comer carne um ou mais dias por semana.

 

Em fevereiro, a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), encomendou uma pesquisa a ser feita  pelo  Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria — o antigo Ibope Inteligência aqui no Brasil), que pode ser acessada aqui. Constatou-se que em todas as regiões brasileiras e independente da faixa etária, 46% dos brasileiros já deixam de comer carne, por vontade própria, pelo menos uma vez na semana.

 

Entendo que seja um sinal claro da mudança de comportamento do brasileiro em relação ao consumo de carne, além de também revelar que existe uma oportunidade gigantesca para as marcas de alimentação que tiverem bons produtos veganos nos seus cardápios e portfólios.

Leia mais...

SVB Ipec infografico materiaSVB

Segundo pesquisa do IPEC, antigo Ibope Inteligência, mais de 30% das pessoas já escolhem opções veganas em restaurantes e outros estabelecimentos; quase metade dos entrevistados não comem carne um ou mais dias por semana por escolha própria. 

 

A mudança no perfil de consumo da população brasileira está transformando o mercado conhecido como ‘food service’, relacionado aos negócios de alimentação fora de casa como bares, restaurantes, lanchonetes entre outros. O estudo, encomendado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), foi realizado pela consultoria Inteligência em Pesquisa e Consultoria (IPEC), antigo Ibope Inteligência, em fevereiro deste ano, com brasileiros residentes em todas as regiões do país. O resultado mostra que um terço dos brasileiros já escolhe opções veganas nos cardápios de restaurantes e lanchonetes. Além disso, 46% dos brasileiros já deixam de comer carne, por vontade própria, pelo menos uma vez na semana. Acesse os dados completos da pesquisa aqui.

Leia mais...

img seloveganoSociedade Vegetariana Brasileira registrou alta de 16%, entre 2019 e 2020, nas categorias de alimentos, cosméticos, suplementos alimentares, produtos de limpeza, lavanderia e calçados.

A crescente preocupação dos consumidores com o meio ambiente e o respeito aos animais tem impulsionado o número de lançamentos de marcas chamadas ‘cruelty free’ e ‘clean beauty’ no mercado de cosméticos. Os termos indicam que tanto o produto final como os ingredientes não foram testados em animais, não contam com derivados de origem animal em sua composição, além de serem livres insumos agressivos ao corpo e ao meio ambiente. Em outras palavras, tudo está livre de silicone, parabenos, corantes, óleos minerais e outras substâncias consideradas tóxicas ao corpo humano. As embalagens são 100% recicláveis e feitas de frascos de plástico reutilizado.

Leia mais...

materia julho21A grande novidade é que há uma forte movimentação para atender a alta na demanda de refeições "plant based", que têm se tornado cada vez mais acessíveis e práticas.

O crescimento do público adepto a uma dieta mais saudável e à base de plantas, ou “plant based”, tem transformado o mercado de food service no Brasil e no mundo. Também conhecido como mercado de alimentação fora do lar, o setor é composto por uma cadeia de negócios e serviços que tem como finalidade atender o consumidor que come fora de casa.

Leia mais...

Receba as novidades!

Receitas

Midia

Youtube SVB

Scroll to top