capaa

 

O evento contou com a presença de cerca de 280 médicos e nutricionistas em busca de atualização no atendimento ao paciente vegetariano/vegano

 

Após o sucesso do 1º Curso de Nutrição Vegetariana "Como atender o paciente vegetariano/vegano”, realizado em São Paulo em setembro de 2016, o Rio de Janeiro recebeu o evento nos dias 30 e 31 de março. A capacitação ocorreu no Centro Empresarial FIRJAN, no centro da cidade, e contou com a presença de cerca de 280 médicos, nutricionistas e outros profissionais de saúde. O curso foi criado pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) e é realizado em parceria com a E4 Agência.

 

 “A importância de um evento como esse, realizado no Rio de Janeiro, é exatamente aproximar os profissionais da saúde às informações relativas ao vegetarianismo e o veganismo de forma científica. Para que ele transmita segurança aos seus pacientes na hora do atendimento. Esse é o grande objetivo e força do evento.”, afirmou o presidente da SVB, Ricardo Laurino.

Na primeira edição, que contou com o mesmo conteúdo programático e corpo docente, 99% aprovaram o curso e disseram que indicariam para outros profissionais. Aproximadamente metade dos participantes não eram vegetarianos, mas tem recebido esse tipo de demanda nos seus consultórios com muita freqüência.

1

 

As principais instituições de nutrição do Brasil e do mundo já publicaram pareceres garantindo que não há problema em adotar uma alimentação sem ingredientes de origem animal, em qualquer fase da vida. Mas muitos profissionais ainda reproduzem equívocos antigos a respeito da suposta "necessidade de proteína animal" ou outros mitos.

"A maioria dos profissionais não aprendeu sobre nutrição vegetariana nas suas faculdades, então ainda se veem incapacitados de orientar adequadamente esses pacientes", explicou Alessandra Luglio, nutricionista e Coordenadora do Departamento de Medicina e Nutrição da SVB - e também docente do curso.

Além de Alessandra Luglio, o curso contou com a participação do médico nutrólogo Eric Slywitch, da nutricionista Paula Gandin, e do pediatra Orlei Ribeiro de Araújo.

Foram abordados muitos temas: razões para o vegetarianismo; proteínas e distribuição de macronutrientes em uma dieta vegetariana; desempenho esportivo; culinária; anamnese alimentar; prescrição nutricional; micronutrientes e biodisponibilidade; interpretação de exames laboratoriais; estudos clínicos; e orientação para atendimento de gestantes e crianças. Tudo, claro, com foco no vegetarianismo.

qwqw

 

A organização do evento ficou por conta da E4 agência, especializada no mercado nutricional e da saúde, que trabalha o marketing de forma responsável e pratica sempre a comunicação do bem. O diretor da E4, Gustavo Negrini, acredita que esse é o caminho para ajudar a mudar o mundo. “O desafio nessa segunda edição era organizar com o padrão E4 de qualidade um evento fora do estado de São Paulo, uma vez que nossos congressos estão todos lá. Além de continuar a contribuir com a atualização e capacitação de nutricionistas e médicos na área clínica”, explicou Gustavo.

O salão de expositores teve um crescimento 200% em relação à edição anterior. Os profissionais que visitaram os estandes tiveram a oportunidade de conhecer as novidades e os lançamentos de uma alimentação vegetariana e saudável. O evento contou com o patrocínio diamante do CEVISA - Spa Médico Educativo e da empresa NoMoo - Um Queijo de Outro Mundo. O público conheceu também as opções de congelados vegetarianos da Mr. Veggy, os suplementos nutricionais da Vegan Way, os hambúrgueres Quinburguer e ainda tiveram a oportunidade de conhecer os voluntários da SVB, filiar-se e adquirir livros e camisetas personalizadas.

 Para fotos do evento, acesse: http://www.cursonutricaovegetariana.com.br/fotos

Receba as novidades!

 
 
Scroll to top