SSCESC

Depois das escolas municipais da capital e dos restaurantes populares, a campanha chega às escolas estaduais de São Paulo, contemplando cerca de 155 mil alunos nessa primeira fase do programa.

A partir de novembro, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo inicia a implementação da Segunda Sem Carne nas suas quase três mil escolas distribuídas na Grande São Paulo, litoral e interior. A mudança faz parte do de reformulação dos cardápios das escolas estaduais em direção a uma alimentação mais saudável.

 

 

 Na sua primeira fase, participam do projeto 210 escolas – abrangendo cerca de 155 mil alunos. A Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), parceira na iniciativa, calcula que serão economizados cerca de 164 milhões de litros de água a cada segunda-feira em que for servida a feijoada vegana, devido à grande pegada hídrica da carne.

Outros benefícios ambientais serão obtidos a cada Segunda Sem Carne, como uma redução de emissões de gases do efeito estufa equivalente a 2,6 milhões de Km rodados por um carro popular.

O Deputado Estadual Roberto Tripoli, que tem protagonizado a introdução da Segunda Sem Carne em políticas públicas - como por exemplo nas escolas municipais de São Paulo e na rede Bom Prato de restaurantes populares -, havia feito uma indicação ao Governador Geraldo Alckmin pedindo a adoção do cardápio vegetariano ao menos uma vez por semana nas escolas estaduais.

tttt

"É tempo de abrir os leques, mostrar novas opções de consumo responsável. A população, principalmente os jovens, devem ser informados sobre novas possibilidades de consumo e comportamento, inclusive na alimentação. O menor consumo de carne vem sendo recomendado não somente por questões envolvendo a saúde humana, mas o equilíbrio ambiental e pelos animais", disse Tripoli.

A sugestão do Deputado Tripoli e da Sociedade Vegetariana encontrou terreno fértil na Secretaria Estadual de Educação. "Toda a equipe do Departamento de Alimentação Escolar demonstrou total abertura para a ideia da Segunda Sem Carne", conta Mônica Buava, coordenadora nacional da Segunda Sem Carne.

Além de mudar o cardápio, a Secretaria vai orientar as escolas sobre os benefícios da redução do consumo de carne. Além dos benefícios ao meio ambiente, os riscos de doenças cardiovasculares e diabetes são minimizados com a substituição.

Sobre a Segunda Sem Carne

Lançada em 2009 no Brasil pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), a Segunda Sem Carne foi criada nos Estados Unidos em 2003 e já está presente em cerca de 40 países. Na Inglaterra, tem como maior ícone o ex-Beatle Paul McCartney. A campanha propõe a melhoria de hábitos alimentares — pelas pessoas, pelos animais, pelo planeta — convidando as pessoas a retirar as carnes e derivados do seu prato, pelo menos um dia por semana.

QAS

Receba as novidades!

 
 

Receitas

Midia

Scroll to top